terça-feira, 9 de julho de 2013

A arte da inteligência

Tradução

A ARTE DA INTELIGÊNCIA  

OS BASTIDORES DA CIA E DO FBI  

HENRY A. CRUMPTON


A Agência vai à Guerra. Um fascinante relato de como um experiente agente da CIA liderou a primeira campanha de guerra contra o terror. Sob sua direção, no outono de 2001, as pequenas equipes de agentes da CIA e das Forças Especiais dos Estados Unidos, junto com aliados afegãos, se uniram para combater milhares de partidários da Al Qaeda e do Talibã e destituí-los de seu controle sobre o Afeganistão. As memórias de Henry Crumpton revelam as mudanças pelas quais a agência de inteligência norte-americana passou e que permitiram à CIA enfrentar o terror com recursos e sucesso sem precedentes. A arte da inteligência combina o heroísmo da clássica espionagem com reflexões sobre o futuro da guerra e do trabalho da inteligência.

EDITORA: NOVO SÉCULO                        
ISBN:  978-85-428-0010-4
Tradução:  HENRIQUE GUERRA
Páginas:  344
Formato:  23 x 16 cm
Peso:  0,45 Kg
Acabamento:  BROCHURA
Data de Lançamento:  05/07/2013
 Comentário: Obra atualíssima e esclarecedora que aborda a trajetória de Henry Crumpton, um dos mais destacados líderes da CIA, que atuou em diversos cargos, compondo um incomparável portfólio de experiências, desde recrutamento na África e operações encobertas em países exóticos, até a atuação no departamento de recursos nacionais e inclusive na diplomacia, culminando, é claro, com o comando da campanha no Afeganistão parte mais extensa do livro, com relatos sobre a estratégia e as operações. O livro desmistifica a atividade da inteligência e permite ao leigo ter uma ideia de como as coisas funcionam no universo da espionagem. Tradução desafiadora em muitos aspectos, mas nesse ramo invariavelmente é assim: quanto maior o desafio, maior é orgulho de ver o belo resultado final.